Volume Morto

Queria escrever algo pra você.
Pra dizer o que eu sinto, o que passo, o que penso.
Tentei poesia, soneto, cantiga...
Mas nada cabia. A lírica já não rima meus sentimentos.
Tentei um lamento e me lembrei de lama. (E eu estou tão cansado de me sujar...)
Na verdade eu estou cansado de tentar.
Pois tentar é não fazer. Só diz que tentou quem não conseguiu.
Desistir de tentar não é, necessariamente, um sintoma de fraqueza.
Fraqueza é sucumbir à tentação de querer o impossível, de cantar o desamor,
De apostar no descaso, dar o fruto a quem não plantou.
Mas, de algum modo, eu ainda lhe escrevo. Um textinho sem sal, sem cor, sem odor...
Há que ser econômico com as palavras. Sobretudo com as que não rendem.


Eu. 25/10/14

posted under | 0 Comments
Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial

Blog Archive

Ocorreu um erro neste gadget

Followers


Recent Comments