Recado à Mãe Divina


posted under | 0 Comments

VAGAROSAMENTE



VAGAROSAMENTE

Processo-me pelo verbo.
Organizo-me pelas palavras.
Expurgo-me pelas formas.
Liberto-me pela verdade.

Produzo em meu silêncio
A renovação de minha alma.
Falo mais do que devia
Quando só não me escuto.

Tendo a fumaça do cigarro
a libertar o pensamento.
Livro-me da fumaça
ao pensar-me liberto.

E assim o medo em meu peito
se dissipa no ar que a tudo rodeia.
Para sem rodeios ir, ainda que vagarosamente,
me permitindo amar novamente.

Cesar A. S. Pierini - 10.07.2013

posted under | 0 Comments

RE-NASCER



RE-NASCER

É morrer para o passado sem ansiar pelo futuro,
Não saber o que encontrar depois da curva do ribeiro,
Entregar-se à força da correnteza com os olhos fechados.

É marcar o chão com as lágrimas que ficarão para trás,
Desassociar os cheiros, as texturas e os encantos da voz,
Esquecer o ritmo do pulsar de um coração-abrigo.

É sair de casa sem trancar a porta e não levar as chaves,
Despir-se lentamente numa estrada abandonada,
Desarrear o preto mouro e vê-lo trotar a liberdade.

É dar as costas para o conforto e entregar-se a Deus,
Caminhar no escuro da noite sob a luz da lua minguante,
Abraçar os próprios joelhos esperando o inverso passar.

É trocar a pele ainda viva no roçar d’uma espinheira,
Limpar-se de si, do outro e de tudo que ainda resta,
Integrar-se a um novo tempo e retornar ao infinito.


Cesar A. S. Pierini – 10.07.2013

posted under | 0 Comments

TEU DESPERTAR



TEU DESPERTAR

Acordei pra desejar ao menino-homem valente
Que teu dia seja pleno e teu riso resplendente.

Pois teu sono foi velado por intenso pensamento
Para o anjo que te guarda aliviar teu sofrimento.

Dorme em paz, menino meu, não tem pressa ao acordar.
Do meu leito abdiquei pra teu dia abençoar.

Teu sorriso é uma benção registrada em minha mente.
Traz a Luz de Deus contigo, alegrando a toda gente.

Abra os olhos com cuidado num singelo movimento,
Pois teus olhos são dois astros a brilhar no firmamento.

Seja a aurora no teu tempo com mil luzes a raiar,
Clareando lentamente tão formoso despertar.

Põe-te em pé menino-homem de semblante sorridente
Vê no sol que te alumia um novo dia reluzente.

Já seguro e vigilante vem teu canto entoar
Pra que eu possa docemente em teu peito descansar.


Cesar A. S. Pierini – 08.07.2013

posted under | 0 Comments

VIDA BANDIDA



Ah, Dona Vida, tão atraente e bandida...
Brincas tão bem com os pobres Zé-Ninguén´s.

Sabes dar aos que não querem e tirar de quem precisa.
Tuas mãos acariciam para logo estapear.

Acaso lhe faltam os sisos pra teus atos refinar?
Vai brincando, Dona Vida, que tu te acabas bem perdida...


Ficarás tu enciumada, quando em plena madrugada,
vir beirando pela estrada tua inimiga encapuzada?


Quero ver se tu me estimas de mão dada e braço forte,
com bom trato e fino porte diante do alfanje da Morte.


Se me queres não me bate, pois não vivo de biscate 

e tão pouco sou mascate.
Vivo daquilo que me dão! Pois trago dor num coração, 

que não é de papelão!

Vai pensando, Dona Vida, que uma hora te arrependes.
Dou com a língua nos dentes e que tu não te lamentes. 


Digo a verdade nua e crua, de que a culpa foi sempre tua!

Caesar S. Pierini - 08.07.2013


posted under | 0 Comments

O MEU TRABALHO


É compreendendo-me teu que meu Eu te entrego
Não tendo em mim um cuidado, qualquer que seja.
É temendo o adeus que no mundo me encerro
Quando enfim a decisão que o peito não almeja.

Pois meu trabalho é descansar em ti.

Faço-me bicho, torno-me fogo, mastigo meu ego
E assim, deflorada em pétala minh’alma lateja.
Grito teu nome, busco teu cheiro, não finjo, não nego
Prateia os olhos meus a ausência do amor que deseja .

Pois meu trabalho é descansar em ti.

De que serão os meus dias sem a certeza do teu amor?
Tu partiste sem ensinar-me como continuar a viver
Como posso seguir trazendo no peito tamanha dor?
Seria mais fácil, por Deus eu juro, se pudesse morrer.

Pois meu trabalho é descansar em ti.

Peço que não te faças triste ao poder conhecer meu pavor,
São apenas minhas culpas que não cabem a outro roer.
Gostaria de te dedicar um canto de agradecimento e louvor,
Mas confesso que não tive a força e nem soube como fazer

Pois o meu trabalho é descansar em ti.

Cesar A. S. Pierini


posted under | 0 Comments

Amores


Como é preciosa a verdade...
É muito valoroso o fato de compartilhar sentimentos honestos,

abrir o coração e permitir que o amor se faça límpido.
É com amor que se trata de amores.
Pois o amor é um sentimento tão amplo e abrange tantas formas, 

que exige a delicadeza de saber colocá-las em sua real posição. 
As formas de amor não são fixas, são pulsões de vida que flutuam dentro de nós, 

e somente a nós cabe eleger qual o posto de sua existência.
Não matem seus amores...
Amores são manifestações de um dom divino e merecem ser preservados, 

mesmo que tenhamos que deslocá-los ou aceitar involuntariamente seu deslocamento.

04.07.2013

posted under | 0 Comments
Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial

Blog Archive

Ocorreu um erro neste gadget

Followers


Recent Comments